[Pós-Graduação 2011] Utilização de glicerina na alimentação de ovelhas confinadas

Programa: Pós-graduação em Agricultura Tropical/Doutorado

Aluno/a: Inácio Martins da Silva Neto

Orientador/a: Luciano da Silva Cabral

Resumo: A busca por fontes energéticas capazes de substituir o petrodiesel, aliado às grandes extensões de terras agricultáveis, torna o Brasil um país com elevada capacidade para produzir biocombustíveis a partir de grãos oleaginosos, como a soja, e assim atender a demanda mundial por combustíveis. O processamento dos grãos para a obtenção do biodiesel gera coprodutos, com destaque para a glicerina, que tem potencial para ser utilizada na nutrição animal. Desta forma, objetivou-se com este trabalho avaliar os efeitos da inclusão da glicerina na dieta de ovelhas confinadas sobre o desempenho, ganho de peso médio diário.

O estudo foi conduzido na Fazenda experimental da Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT, localizado em Santo Antônio de Leverger. Utilizaram-se 40 ovelhas SRD com peso corporal inicial de 21,72 kg, distribuídos em delineamento de blocos casualizado, em vinte baias (dois animais/baia), alimentadas com dietas isoprotéicas (12,5% de PB na base seca), as

dietas foram compostas por silagem de milho (40%) e concentrado (60%), sendo o último composto por milho moído, farelo de soja, uréia/ sulfato de amônia (9:1), mistura mineral e glicerina em diferentes níveis (0, 7, 14, 21 e 28% na base seca).

Os animais eram alimentados diariamente as 7:30h e as 16h. Antes de arraçoar os animais, as sobras dos alimentos eram pesadas e anotadas para o acompanhamento do consumo dos animais. O experimento teve duração de 61 dias. Os animais foram pesados no início e final do experimento para avaliação do desempenho.

Os níveis de glicerina aumentaram o ganho médio diário e o desempenho dos animais avaliados em comparação com os animais que recebiam a dieta sem a glicerina (controle). Observou efeito quadrático no consumo de alimentos dos animais conforme a equação de regressão y = -8,5903×2 + 279x + 16782. O maior consumo foi observado em animais que recebiam 14% de glicerina bruta na dieta.

Animais alimentados com glicerina obtiveram desempenho 10,42% maiores, quando comparados com animais que não consumiam a dieta com glicerina (controle). Com relação ao ganho médio diário dos animais, observou que aqueles alimentados com glicerina obtiveram GMD 10,05% superiores aos não alimentados com glicerina. A glicerina pode ser adicionada na dieta de ovelhas em confinamento sem causar efeito negativo no desempenho animal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *