Servidora da UFMT inicia mobilidade de técnico-administrativo do Programa EBW+

A servidora técnico-administrativa Joíra Aparecida Leite de Oliveira Amorim Martins, gerente de Relações Internacionais da Secretaria de Relações Internacionais (Secri) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) foi selecionada, por meio do Projeto Euro-Brazilian Windows+ (EBW+), para a mobilidade de técnico-administrativo. Ela vai atuar na área de projetos em relações internacionais na Université de Rouen (França). “A ideia é criar essa área na Secri para reforçar a capacidade de gestão dos processos de internacionalização da UFMT”, destacou a servidora.
Há sete anos trabalhando com procedimentos de internacionalização da UFMT, por meio de convênios, mobilidades, projetos e redes, ela vem contribuindo ativamente com a política de internacionalização da UFMT. Em seu mestrado, pesquisou o Programa do Governo Federal Ciência sem Fronteiras no Contexto da Política de Internacionalização da Educação Superior no Brasil. Depois disso, objetivando aliar teoria e prática, candidatou-se ao EBW+/Administrativo. “Quando fui selecionada tive certeza de que construí minha carreira em base sólida e que o meu caminho estava na direção correta, nesse momento pude experimentar um pouco da alegria que os nossos intercambistas sentem quando dou a eles a notícia de que foram contemplados”, conta Joíra.
Para conseguir o intercâmbio, a servidora alicerçou-se no Decreto Presidencial n.º5707/2006, que trata de licença para capacitação; na Resolução CD n.º20/2011, que trata da autorização de afastamento do país; e na Resolução Consepe n.º74/2014, a qual versa sobre intercâmbio internacional para comunidade acadêmica da UFMT. Ela é a primeira técnica da Instituição a fazer esse tipo de intercâmbio após a institucionalização da possibilidade pela Resolução Consepe74/2014. Em todo o Brasil foram selecionados 17 técnicos-administrativos.
“Acredito que o impacto em minha vida acadêmica, pessoal e profissional será enorme, pois poderei vivenciar na prática a internacionalização da Universidade, recomendo essa experiência a todos os colegas da UFMT, a fim de ampliar seus horizontes, desenvolver suas habilidades interculturais e a visão holística do saber, com certeza serei a primeira de muitos”, finalizou Joíra.
Projeto EBW+
O projeto Euro-Brazilian Windows + oferece bolsas a estudantes, pesquisadores e pessoal acadêmico e administrativo do Brasil que desejem realizar um período de mobilidade, ou formação integral, em algumas das melhores universidades da Europa. As bolsas estão disponíveis para estudantes de graduação e doutorado, pesquisadores em pós-doutorado e pessoal acadêmico e administrativo e incluem um pagamento mensal, viagem de ida e volta, seguro e taxas de matrícula. O projeto recebe apoio financeiro do Programa Erasmus Mundus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *