IFMT: educação pluricurricular em várias modalidades

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso (IFMT) é uma instituição de educação superior, básica e profissional, com características pluricurricular e multicampi, especializado na oferta de educação profissional e tecnológica nas diferentes modalidades de ensino, com base na conjugação de conhecimentos técnicos e tecnológicos.

O IFMT foi criado em dezembro de 2008, por meio de Lei Federal que congregou o Centro Federal de Educação Tecnológica de Mato Grosso (CEFET-MT), o Centro Federal de Educação Tecnológica de Cuiabá (CEFET-Cuiabá) e a Escola Agrotécnica Federal de Cáceres em uma única instituição de abrangência estadual. A partir de 2009, vem passando por um contínuo processo de expansão e atualmente conta com onze campi (Barra do Garças, Cuiabá – Cel. Octayde Jorge da Silva, Cuiabá – Bela Vista, Cáceres, Campo Novo do Parecis, Confresa, Juína, Pontes e Lacerda, Rondonópolis, Sorriso e São Vicente) e com cinco núcleos avançados (Campo Verde, Jaciara, Jauru, Poconé e Sapezal).

O IFMT, em seus diversos campi, oferece cerca de 80 cursos em modalidades que abrangem Cursos Técnicos (Integrados ao Ensino Médio, Concomitantes, Subsequentes e Integrados ao Ensino Médio na Modalidade Proeja), Educação
Superior (Tecnólogo, Bacharelado e Licenciatura), Pós-Graduação (Lato Sensu e Stricto Sensu), Cursos de Extensão (Cursos de Idiomas, Informática, Reconhecimento de Saberes, Certificação Profissional, Mulheres Mil e Pronatec) e Educação à Distância (Universidade Aberta do Brasil, Rede e-Tec Brasil e Programa Profuncionário). Com esse volume de cursos, o IFMT atende mais de 13 mil alunos em Mato Grosso e tem previsão de chegar ao total de 20 mil alunos até o final de 2014.

O trabalho pedagógico do Instituto busca gerar conhecimento e desenvolver pesquisa em benefício das comunidades onde estão localizados os Campi ou Núcleos Avançados, haja vista que o IFMT tem autonomia para criar e extinguir cursos, de acordo com a demanda local e o perfil socioeconômico da região. Como apoio e incentivo aos alunos, a instituição mantêm um programa de assistência estudantil por meio de diversos tipos de bolsas de apoio ao estudante, como permanência, moradia, monitoria, alimentação e de iniciação científica, entre outras.

No campo da pesquisa, tem-se dado ênfase à prática acadêmica, priorizando o envolvimento do corpo discente. Para isso, foi criado, em 2010, o Programa Institucional de Iniciação Científica (PROIC-IFMT) concedendo auxílio financeiro a mais de 140 alunos do Ensino Médio Integrado e Superior. Atualmente, são mais de 450 projetos de pesquisa em andamento na Instituição.

Já no campo da extensão, ressalta-se a assistência tecnológica a empresas e organizações sociais, além do desenvolvimento do empreendedorismo aos estudantes e servidores, da preservação e desenvolvimento da cultura e arte e, principalmente, do atendimento às demandas da sociedade em relação a qualificação profissional.

Por meio dessa oferta educacional diversificada e plural, o IFMT vem buscando, em seu contínuo processo de crescimento, garantir que o ensino, a pesquisa e a extensão sejam voltadas a ações que visem incorporar, antes de tudo, setores sociais que historicamente foram marginalizados dos processos de desenvolvimento, o que legitima e justifica a importância de sua natureza pública, em especial ao afirmar uma educação profissional, tecnológica e superior como instrumento de transformação social.