Vida de quilombolas de Mato Grosso é tema de palestra

Tem quilombola aí? – Diálogos sobre pesquisa, interdisciplinaridade e ação pública – o caso da Bocaina, Porto Estrela, MT é o tema da palestra que acontece na terça-feira (30), a partir das 19h no auditório do Museu Rondon de Etnologia e Arqueologia (Musear). Ela será ministrada por Flávio Bezerra Barros, Flávio Bezerra Barros, docente da Universidade Federal do Pará (UFPA)
A palestra pretende abordar como vivem e quais as reivindicações dos povos quilombolas de Mato Grosso, fatos históricos e sociais que marcaram suas vidas, lutas e resistências e como a pesquisa nas ciências humanas e sociais também naturais pode contribuir no processo de luta por direitos humanos. Nesta intervenção, o palestrante irá relatar, a partir de aportes da Antropologia Social e Cultural, História e Ecologia, a experiência do caso dos quilombolas da Bocaina, que vivem “esparramados” por vários municípios de Mato Grosso, desde a década de 1970, quando foram expulsos de seu território tradicional.
O evento é uma realização do Programa de Pós-graduação em História (PPGHIS), Departamento de História, Coordenação de Ensino de História, Programa Pós-graduação em Antropologia Social (PPGAS), Musear, Laboratório de Estudos de Memória, Patrimônio e Ensino de História da UFMT (Grupo Etruria) e Pró-Reitoria de Pós-graduação (Propg).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *